sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Amei, nós amamos.



(André Vilela)
Toda nossa história hoje é só recordação
Hospedei teu amor, e te amei
Acreditei no amor, mas errei
Imaginei nós dois, e chorei
Não deu nós dois, mas superei
Aquilo entre nós tudo teve pouca duração

Só restou o indicativo do pretérito imperfeito
A vida te levou, mas de corpo e alma nos amamos
Nem tudo foi flores, e das falhas nos perdoamos
Corremos para lados opostos, e nos perdemos
Hesitamos nos achar, e nos esquecemos
E um ponto final se pós no que vivemos
Sem seu amor vazio palpita meu peito