domingo, 27 de junho de 2010

Juntos


Homenagem ao casal Nicolli e Flavio.
(André Vilela)


Dois corações
Onde a semente do amor ia se semeando
Olhares batidos que iam se encantando
O amor então resolveu dar um empurrãozinho
Mais de duas horas no restaurante sozinhos
Acharam tanto papo
Quem nenhum segundo ficou chato
E num repente o amor invadiu sem pedir licença
Trazendo consigo a paixão intensa
Arriscaram-se em um namoro
Que deu certo
Tendo ambos, um ao outro como um tesouro
O amor abunda o coração dos dois
Mesmo com diferenças
Se completam
Feito feijão e arroz
Às vezes falam como criança
Ate cansa
Perguntam
Mor?
Respondem
Tadela!
É com amor a vida se torna mais bela
A felicidade e fidelidade fazem parte desse relacionamento
Vivem intensamente cada momento
Agora vem o casamento
Onde o juramento
Do amor é consumado
E daqui a eternidade
Os dois vão estar lado a lado

Nenhum comentário:

Postar um comentário